• Rádio Carijinho FM

Afubra recebe Mérito Agropecuário Deputado Homero Pereira

O presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Albano Werner, acompanhado pelo vice-presidente e gerente de Assuntos Corporativos da entidade, Marco Antonio Dornelles, recebeu, na manhã de hoje, 27 de outubro, o prêmio Mérito Agropecuário Deputado Homero Pereira, na categoria Sustentabilidade. A distinção foi proposta pelo deputado federal Marcelo Moraes e aprovada pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados, destacando a Afubra pela condução do Verde é Vida, com 30 anos de atividades ininterruptas.


Com a presença da ministra Tereza Cristina, a deputada federal Aline Sleutjes, presidente da Comissão da Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados, fez a abertura da cerimônia destacando que o Brasil é uma potência agropecuária, o que se deve aos produtores e pesquisadores. “A lida no campo é exigente e não admite procrastinação. É um trabalho incansável que põe a comida na mesa das nossas famílias e gera renda e emprego. Por isso, indicamos e escolhemos cidadãos e entidades que tanto fazem pela agropecuária”.


O prêmio foi entregue pelos deputados federais Marcelo e Aline ao presidente da Afubra. Werner, ao apresentar os números e ações do Verde é Vida, dedicou o sucesso e a distinção nacional ao empenho dos alunos, professores, secretarias de Educação e municípios. “É através deles que o Verde é Vida se desenvolve”, enfatizou Benício Albano Werner.





Foto Divulgação


Neste ano foram agraciados:


Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias – ministra da Agricultura, responsável por diversos programas nas áreas de exportação, sustentabilidade, preservação do meio ambiente e inovação tecnológica;


Celso Luiz Moretti - engenheiro agrônomo e pesquisador da Embrapa, onde atua na pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura;

Ordemilk Ltda - empresa de produtos da linha bovina, suína, cuja informatização da ordenha e do rebanho em sistemas on-line auxiliou no gerenciamento das propriedades, facilitando a produção rural;


Ernst Götsch – agricultor e pesquisador suíço, formado em Ciência Genética. Pioneiro dos Sistemas Agroflorestais (SAFs) no Brasil, é referência nacional e internacional em sistemas agroflorestais e agricultura sintrópica;


Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) – responsável pelo Verde é Vida, programa de educação socioambiental e rural que fortalece e diversifica a educação no meio rural, buscando sustentabilidade e proteção da criança e do adolescente e a valorização da família do campo;


Grupo Schmidt Agrícola - empresa dedicada à produção de fibras, grãos e frutas, que acredita que o investimento constante em tecnologia proporciona melhor aproveitamento do tempo e da terra, gerando mais frutos e retorno dos recursos investidos;


Paulo do Carmo Martins - economista e pesquisador da Embrapa Gado de Leite, desenvolve estudos de inteligência de mercado e competitividade e eficiência da cadeia produtiva do leite e derivados;


Ricardo Faria - engenheiro agrônomo e fundador da Granja Faria, considerada uma das maiores e mais renomadas empresas produtoras de ovos do Brasil. A empresa criou um sistema de integração de produção de ovos férteis, em parceria com a BRF;

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) – entidade que defende os produtores junto ao governo federal, Congresso Nacional e tribunais superiores do Poder Judiciário. O Instituto CNA desenvolve tecnologias produtivas alternativas e divulga informações técnicas e científicas para o meio rural;


Josivane Caiano da Silva – líder comunitária e presidente da Associação dos Produtores e Agricultores Rurais do Assentamento Santa Catarina (PB), que auxilia no plantio de algodão orgânico e desenvolveu um projeto de tingimento natural à base da planta Anileira;


Francisco Wanderley Dantas (in memorian) – ex-governador e ex-deputado pelo Acre, implantou no estado uma agricultura com sólida base técnica, estudo do terreno amazônico, produção em escala e implantação da pecuária com genética de ponta.

O prêmio Mérito Agropecuário Deputado Homero Pereira foi criado em 2014 e é concedido pela Câmara dos Deputados. A premiação é conferida a cidadão ou instituição, pública ou privada, cujos trabalhos ou ações tenham se destacado nos campos científico, de pesquisa, de desenvolvimento, de inovação e de sustentabilidade nas áreas da agricultura, pecuária, abastecimento e desenvolvimento rural.